segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

(eu sei que você não vai voltar, mas por favor, me deixe sonhar)

Há algum tempo não te escrevo. E nem queria, sabe, mas é que às vezes dá saudade e, eu já devia ter me acostumado. Mas entre a vontade de fingir que não sinto nada, e o desejo de gritar esse grande amor por aí, sobra a saudade e a vontade de te escrever uma carta sem fim, com "te amo" infinitos e talvez até sem meu nome no final. Você saberia quem sou? Ainda se lembra de mim, ou nem sequer um dia soube quem realmente fui? Você sabe do meu amor por você, não sabe? Pois às vezes penso que não consigo sair desse vício porque você não sabe, porque não se lembra, não disse sim ou não… Eu não sei se você vai voltar, e a dúvida machuca muito. (eu sei que você não vai voltar, mas por favor, me deixe sonhar) Eu só preciso de uma resposta, eu preciso de uma resposta! Uma resposta que há meses, muitos meses, espero, e que nunca vem. Você não vem, a resposta não vem, e a dor não se vai...

Mas agora, eu só quero dizer que, se você voltar… Tanta coisa mudou! Eu não sou mais aquela criança que você conheceu. Mudei tanto, tanto externa quanto internamente. Dizem que eu sou uma caixinha de surpresas, então, deixa eu me abrir pra você, deixa eu te surpreender!  Deixa eu te mostrar que tudo mudou, que muita gente foi embora, mas que você continua aqui, deixa eu te provar o meu amor, deixa eu te dar o meu amor. (quem sabe aí eu me livro dele) Deixa, deixa, deixa. Deixa eu realizar um poucos meus sonhos, tira essas decepções de mim, mostra que pode ser diferente, mostra que os sonhos se realizam, me faz acreditar de novo que tudo é possível. Me mostra que o silêncio nem sempre é solidão, faz eu me lembrar como é se sentir inteira de novo, me mostra que eu não preciso de ninguém, só de você e eternamente você. Faz isso, por favor. Mesmo que eu não mereça, por favor. Faz isso porque eu já fiz muito por você, porque eu escrevi muito pra você, porque eu chorei muito por você, porque eu sangrei muito por você, porque doeu muito por você, porque eu joguei tudo pra ficar com você, porque eu continuo aqui por você. Faz isso, mesmo que seja por dó, mesmo que eu não mereça, faz isso. Dá um sinal, me pede pra esperar, pois eu espero. Eu te juro que espero, espero dias, meses, anos. Por você, eu espero e não estou de brincadeira. Deixa eu te mostrar que não se pode medir esse amor, nem escrever, nem cantar, nem chorar. E que nem que eu escrevesse aquela carta sem final, eu não vou conseguir te dizer o quanto eu preciso de você, o quanto eu quero você, o quanto eu quero tudo de antes, o quanto eu não aguento mas esperar, porém espero. Por você, eu espero.

7 comentários:

  1. Ownnn,que lindooo (':

    ResponderExcluir
  2. daora o texto +1 kakakakkaka
    tente adivinhar quem é muhaahahhaha
    tá fáciuuuu kkkkkk
    facil com u, que amor

    ResponderExcluir
  3. Lindo amor *u* eu diria pra continuar assim mas eu sei q é do coração isso, e isso te machuca todos os dias, uma hora esse sofrimento vai passar bebe :)

    ResponderExcluir
  4. No te preocupes, un día veras el sol de la felicidad. Ass: Mingo

    ResponderExcluir
  5. o sol da felicidade está dentro do seu coração, alguém tem de o abrir
    quem será? ...

    ResponderExcluir