domingo, 25 de setembro de 2011

Ajuda para pássaros que perderam/esqueceram as asas

Nós, humanos, somos como pássaros, às vezes. Nós precisamos de liberdade, precisamos voar. "A gravidade não te impede de voar." Mas eu percebo que muita gente não voa. "Eu esqueci de usá-las, e assim elas se atrofiaram." ou "Cortaram minhas asas." Por isso, resolvi fazer um pequeno post de ajuda para pássaros que (acham) perderam/esqueceram as asas:

Passo 1: encontrar suas asas
Bom, ninguém perde as asas. Suas asas estão sempre aí, basta você querer ver e usá-las. Então, ponham-nas em suas costas e pense em algo bom. Sempre há. Geralmente afundamos as coisas boas no fundo de nós, e botamos em cima as coisas ruins, as lágrimas, as decepções, e isso pesa. Para voarmos, temos de ser leves. Então, para começar, tira tudo isso de dentro de você, e apenas sorria.
OBS: Você sempre tem suas asas, mas às vezes é preciso procurar bem no fundo do armário, nos entulhos da garagem, naquela caixa de lembranças-de-amores-mal-sucedidos ou coisas do gênero.

Passo 2: sorrir (ou chorar)
Depois de sorrir, deixe o vento bater. Deixe o silêncio chegar, deixe a alegria te levar. Então você abre os braços (e o coração) e deixa que o vento traga consigo todas as lembranças boas, todas as alegrias do passado e do futuro. Isso é um verdadeiro presente que o vento trás. Ah, também pode deixar as lágrimas caírem, sempre, quando elas quiserem sair. Mas isso é apenas a preparação.

Passo 3: voar
Quando chega mesmo a hora de voar, dá medo. Sempre dá medo. Parece que as coisas são mais fáceis quando são piores. É sempre mais fácil você cair do que você subir, mas o medo não é nada. Nada que não podemos enfrentar, ganhar, rebaixar. E então você se joga, e não se esqueça de sorrir. E ao se jogar, bata as asas leve e sutilmente, pois o vento sempre te levará para o lado certo. E quando você for ver, já terá passado todas as barreiras que o medo fez, você verá suas decepções e tristezas caindo lá em baixo. 

~

Pronto. E agora me respondam: por que perdemos tanto tempo nas gaiolas? Por que perdemos tanto tempo debaixo dos cobertores e derramados em lágrimas? Por que fechamos as janelas, as portas, por que? Afinal, onde queremos chegar? As coisas não funcionam se não abrirmos as asas, elas não vão simplesmente começar a bater. Nós temos que abrir as janelas para o vento entrar, temos que sorrir, temos que amar, amar bem. Pois então, quando você estiver lá em cima, tudo sempre vai valer a pena. Apenas abram as asas.


Blackbird singing in the dead of night,
Take these broken wings and learn to fly.
All your life,
You were only waiting for the moment to arise.
Blackbird - The Beatles

6 comentários:

  1. Nossa! Eu to muito orgulhosa de vc amor! Acho que vc conseguiu vencer mais uma barreira, vc fezum texto rebaixando os sofrimentos e as tristezas. Acho que vc achou um jeito de escrever mesmo sem estar triste.
    Malu s2

    ResponderExcluir
  2. Lindo irene *.* eh bom saber que ja cosnegues escrever expressando tmbm felicidade. Ass: Mingo

    ResponderExcluir
  3. Eu amo tanto vocês dois! Obrigada do fundo do coração por toda a força que me dão!

    ResponderExcluir
  4. perfeito, como sempre né.
    by bruna

    ResponderExcluir