domingo, 24 de abril de 2016

A paz
Vem do movimento
Do coração
Não simplesmente amor,
Mas amar

Estou em um sonho
Sonho que sonho
Sonho que amo
E me desiludo com esse amor

Ilusão
Onde não há expressão
Não há movimento
Me perco no intento
E não há paz

Um comentário: